Home » Notícias

HIV/Aids: Indetectável = Intransmissível?

7 abril 2011 30.027 visitas Nenhum Comentário

HIV/Aids : Indetectável = Intransmissível?

Introdução

Em janeiro de 2008, especialistas suíços em HIV produziram o primeiro consenso para afirmar que os indivíduos com HIV em terapia antiretroviral eficaz e sem infecções de transmissão sexual (ITSs) desde há pelo menos seis meses, são não sexualmente infecciosos. A declaração está publicada no número de janeiro de 2008 do Bulletin des médecins suisses (Boletim dos médicos suíços). O artigo também discute as  implicações para médicos, para pessoas com HIV, para a prevenção do HIV e para o sistema legal. Oferecemos o original e uma tradução.

A declaração, em nome da Comissão Federal Suíça para HIV / AIDS  é da autoria de quatro dos especialistas em HIV de maior renome na Suíça: Prof Pietro Vernazza, do Hospital  Cantonal em St. Gallen, e Presidente da  Comissão Federal Suíça para HIV / AIDS; Prof Bernard Hirschel do Hospital da Universidade de Genebra; Dr Enos Bernasconi do  Hospital Regional de Lugano e o Dr Markus Flepp, presidente do Subcomitê de aspectos clínicos e terapêuticos do HIV / AIDS do Escritório Federal Suíço de Saúde Pública. �
Este artigo gerou muita discussão no ambiente científico e na comunidade informada.
Entre os questionamentos estão que a Declaração é principalmente baseada em estudos sobre sêmen e transmissão heterossexual. Nesta lista artigos porém, há artigos sobre transmissão entre HSH e sobre os fluidos vaginais.
Há resultados prévios que comprovam a relação proporcional entre a infecciosidade e a carga viral. Esta carga viral deve ser aquela do sangue, do sêmen, do líquido vaginal, etc? Qual é a correlação entre elas? Um dos artigos comprova num pequeno estudo maior correlação da transmissão com a carga viral em sangue do que em sêmen. Entendendo que  o direito à informação é essencial para a construção de políticas públicas de saúde, o GIV (Grupo de Incentivo à Vida-SP) e a ABIA (Assoc. Brasileira Interdisciplinar de AIDS-RJ) oferecem estas traduções do AIDSMAP (www.aidsmap.org) para incentivar a discussão sobre este tema tão importante, em especial para as pessoas vivendo com HIV/AIDS.
Recentemente traduzimos um Parecer Seguido de Recomendações sobre este assunto escrito pelo Conselho Nacional de AIDS da França. Oferecemos também o original em francês e uma versão oficial em inglês.
É necessária uma leitura cuidadosa que não leve a conclusões apressadas e sem fundamento sobre um tema tão importante como a prevenção do HIV.
Boa leitura!

Janeiro de 2011

Fonte: www.giv.org.br

http://www.giv.org.br/divulgacao/intransmissivel/Franca2009ParecerSeguidodeRecomendacoes.docx

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading ... Loading ...

Deixe sua resposta!

Adicione o seu comentário abaixo. Você pode enviar via trackback através do seu site, ou também pode subscrever o comentário via RSS.

Seja agradável. Mantenha-o limpo. Mantenha-se no tópico. Sem spam.